Clube da Aposta Clube da Aposta menu  
Blog do Clube da Aposta

Os pisos das quadras de tênis e as apostas esportivas • Como as superfícies influenciam para apostar em tênis

Autor
Por Stéfano Bozza

Faça parte da maior comunidade de apostas on-line do Brasil

Mesmo que você não seja um amante do tênis, já deve ter percebido que, ao contrário do futebol, o esporte apresenta algumas variações nos pisos das quadras. E, nesses casos, qual a diferença para os tenistas? Como as superfícies influenciam para apostar em tênis? É sobre isso que vamos falar neste artigo.

Gostaria de receber as análises e prognósticos de tênis no seu celular? Acesse o grupo de apostas em tênis no Telegram.

Grupo Aposta Tenis Telegram

Quais são os pisos das quadras de tênis?

Diferentes Pisos Da Quadra De Tenis O tênis é um esporte cheio de regras e detalhes. Os jogadores têm tempo cronometrado para descanso, para a virada de set e até para a demora entre dois pontos. Então, isso pode fazer com que alguns iniciantes fiquem confusos em relação aos pisos das quadras de tênis.

A grande maioria dos esportes apresenta uma superfície padrão. O futebol, por exemplo, se joga na grama. O basquete, em quadra de piso duro. A natação, por motivos óbvios, sempre acontece na água. Os pisos das quadras de tênis não seguem essa regra. O jogo pode ser disputado em piso sintético, na grama, na terra batida e até em outras variações.

Você pode estar pensando agora que, da mesma forma, o futebol e o vôlei apresentam variações na praia, disputada em areia. É verdade, mas é outra modalidade. Os jogadores profissionais de futebol não disputam jogos na areia. Os tenistas, ao contrário, vão disputar partidas em todos esses pisos.

Por que precisamos conhecer os pisos das quadras para apostar em tênis?

Entendendo As Caracteristicas Dos Pisos

Esse cenário de diferentes pisos das quadras de tênis é interessante. Cada superfície apresenta características diferentes e, portanto, precisamos estar atento a elas para apostar em tênis de maneira adequada.

Para entender isso melhor, façamos uma comparação com o futebol, já que é o esporte mais popular do Brasil. Enquanto alguns atacantes são rápidos e dribladores, outros são fortes e bons em jogadas áreas. Ambos são atacantes, mas possuem características diferentes, certo?

O jogador mais forte certamente lidará melhor com um gramado encharcado do que o outro que precisa conduzir a bola. No tênis, funciona da mesma forma. É em função disso que precisamos estar atentos aos pisos das quadras de tênis na hora de trabalhar com as apostas esportivas na modalidade.

Entendendo as características dos pisos das quadras de tênis

Caracteristicas Dos Pisos

Caso você esteja começando nas apostas esportivas, não se preocupe. A partir de agora, vamos apresentar os diferentes pisos das quadras de tênis, as suas características e, por fim, o estilo de jogadores que melhor se adaptam em cada superfície.

Uma vez que você goste de apostar em tênis, perceberá que um mesmo jogo poderá ter favoritos diferentes dependendo da superfície da quadra. E é justamente com as características dos pisos e dos jogadores que poderá encontrar boas apostas no esporte.

O exemplo clássico é a rivalidade entre Federer x Nadal. O espanhol tem ampla vantagem pelo suíço, construída basicamente nos confrontos no saibro, onde é quase imbatível. E, vale lembrar, falamos de jogadores excepcionais. Imagine o impacto sobre outros de nível mediano?

Vamos, portanto, entender como funciona cada superfície para apostar em tênis a partir de agora.

Piso Duro • Jogo rápido, direto e bom para sacadores

A superfície mais comum no circuito profissional é, atualmente, o piso duro. Ele também é chamado de sintético ou de “quadra rápida” por conta do estilo de jogo que é produzido nesses pisos de quadras de tênis: rápido e direto.

As trocas de bolas costumam ser reduzidas, já que a bola anda com uma velocidade muito grande e o quique não sofre grandes variações. Apenas jogos na grama (veremos adiante) são mais rápidos. Esse cenário favorece tenistas que sejam agressivos e busquem o ataque. As trocas de bola não costumam ser longas, embora aconteçam vez ou outra.

Ao mesmo tempo, o piso também é excelente para bons sacadores, pois a agilidade da bola dificulta a devolução. Por isso, a tendência é de poucas quebras de saque. Uma quebra, geralmente, define o vencedor do set.

Tenistas da ATP para apostar em tênis no piso duro

Saibro Tenista De Atp Como vimos agora, tenistas agressivos e com bom saque são os mais recomendados. E acharemos ótimos jogadores de quadras rápidas na escola norte-americana. A grande maioria dos atletas oriundos dos Estados Unidos têm bom saque e tentam definir rapidamente os seus pontos.

Podemos citar, por exemplo, John Isner e Sam Querrey. Os dois possuem seu jogo baseado no saque e bons ataques com o golpe de direita. É o mesmo perfil de outros tantos tenistas que baseiam seu jogo no saque como Ivo Karlovic, Gilles Muller e Kevin Anderson.

Outros tenistas que apresentam bom saque, mas também possuem outros bons golpes são ainda mais confiáveis no piso duro. É o caso de Roger Federer, Del Potro ou Milos Raonic. Esses são apenas alguns nomes que você poderá acompanhar inicialmente para entender as habilidades fundamentais para apostar nessa quadra.

Os principais torneios disputados em piso duro

Saibro Torneios As superfícies que usam do cimento como pisos das quadras de tênis dominam o circuito atual. É o único piso que recebe dois torneios de Grand Slam: Australian Open e US Open. Além disso, praticamente metade do calendário é ocupado com o piso duro.

Dá uma olhada em alguns outros torneios importantes disputados nesse tipo de superfície:

  • Acapulco (ATP500)
  • Indian Wells (Masters 1000)
  • Miami (Masters 1000)
  • Toronto/Quebec (Masters 1000, as cidades se revezam anualmente)
  • Cincinatti (Masters 1000)
  • Paris (Masters 1000)
  • ATP Finals

Como apostar em tênis no piso duro

Saibro Apostar Como já falamos ao longo do artigo, a quadra rápida beneficia o sacador e, portanto, permite menos oportunidades de quebra de maneira geral. Isso não significa que jogos não tenham quebras. O que acontece é que elas são mais raras, sendo comum sets decididos por uma quebra apenas.

Em suma, é melhor aplicar estratégias voltadas ao sacador, explorando as confirmações de serviço. Para quem gosta de apostar em tie-break, por exemplo, é um piso interessante. Envolvendo atletas que sacam muito bem e devolvem mal, como o croata Ivo Karlovic, melhor ainda.

Tenistas com saque ruim acabam sendo fragilizados nessa superfície. Fique atento, portanto, a essa características na hora de apostar em tênis na quadra rápida.

Saibro • Jogo mais lento e com longas trocas de bola

A segunda superfície mais utilizada é o saibro (também chamado de terra batida). Essa é a opção mais lenta entre todos os pisos das quadras de tênis. Em primeiro lugar, a bola quica e sobe mais do que o habitual, além de não ter uma trajetória tão “limpa”, podendo desviar e dificultar a definição de um ponto.

Ademais, o saibro permite que os atletas escorreguem na quadra, chegando em bolas que seriam perdidas no piso duro. Essa característica permite alongar os pontos, exigindo sempre “uma bola a mais”, como se diz pelos próprios atletas, para concluir um ponto.

Tenistas da ATP para apostar em tênis no saibro

Piso Duro Tenista Atp Pela características do piso de saibro, o natural é que jogadores defensivos e consistentes (ou seja, que errem pouco) tenham maior chance de sucesso. Se citamos a escola norte-americana como símbolo da quadra rápida, a escola espanhola é especialista em formar bons jogadores para a terra batida.

Os tenistas espanhóis costumam ser mais regulares, com trocas de bolas consistentes e sem arriscar tanto. Como o saibro tende, afinal, a apresentar pontos mais longos, tenistas com maior regularidade estão em vantagem. Uma bola que seria vencedora no piso duro poderá ser devolvida no saibro.

Os países sul-americanos também jogam muito no saibro. Por essa razão, a maioria dos tenistas do nosso continente são melhores jogando na terra batida. Os brasileiros, inclusive, apresentam esse piso como preferencial.

Os principais torneios disputados em saibro

Piso Duro Torneios O grande destaque quando pensamos em torneios disputados em piso de saibro é Roland Garros. Ele acontece em junho, encerrando a temporada de saibro que se inicia em meados de abril, após o Masters 1000 de Miami.

Quando falamos que a Espanha é especialista em formar saibristas, jamais podemos ignorar a capacidade de Rafael Nadal nessa superfície. São dez títulos de Roland Garros, um recorde histórico. Isso sem falar no seu absurdo percentual de vitórias no piso, acima de 90%.

Confira outros torneios importantes que também são disputados no piso de saibro:

  • Monte Carlo (Masters 1000)
  • Barcelona (ATP 500)
  • Madrid (Masters 1000)
  • Roma (Masters 1000)

Como apostar em tênis no saibro

Piso Duro Apostar Como você viu, o saibro é praticamente o oposto do piso duro em características e estilo de jogo. A consequência natural disso é que se trata deum piso melhor para apostar em tenistas consistentes e que se defendem bem do que em tenistas agressivos.

Caso você não esteja acostumado a apostar em tênis, talvez essa conclusão não pareça tão óbvia. Explicamos: os tenistas mais agressivos e sacadores buscam muito bolas vencedoras, indo para o ataque. No piso duro, com um ou dois ataques o ponto já é ganho. No saibro, é bem provável que esses mesmos atletas precisem atacar quatro ou cinco vezes, aumentando a chance de erro.

Por isso, para jogos disputados no saibro, a vantagem está com tenistas consistentes e firmes nas trocas de fundo. As quebras de saque também são mais comuns, especialmente porque a terra batida tira velocidade da bola e permite maiores chances de quem está recebendo o saque entrar no ponto.

Grama • Tradição e irregularidade são marcantes nesse piso

Por fim, ainda temos o piso de grama. Apesar de ser o mais tradicional (no começo da história do esporte, era o uso padrão), hoje ele é pouco explorado no calendário, durando pouco mais de um mês dentro do circuito.

Essa superfície apresenta o jogo mais rápido e irregular. A grama promove um quique bastante irregular para a bola. Isso, somado a uma maior possibilidade de escorregar, tornam mais difícil manter a troca de bolas por um longo período.

Assim, até mais do que na quadra dura, o saque é muito importante. Praticantes do saque-voleio (estratégia em que o tenista saca e já vai correndo para a rede) costumam se dar bem nesse piso.

Tenistas da ATP para apostar em tênis na grama

Grama Tenista Atp A grama pode ser um piso traiçoeiro. Muitos iniciantes tendem a associar os bons tenistas do piso duro como se também fossem excelentes nesse formato — e nem sempre é verdade. Um bom sacador não necessariamente será bom aqui, pois costumam ser altos e, como falamos, a bola quica e sobe pouco, dificultando demais a ação.

O maior nome é o suíço Roger Federer, empilhando troféus de Wimbledon. Entretanto, ele não é o único que vai bem na superfície. É o caso do espanhol Feliciano López, um dos adeptos do saque voleio e que costuma apresentar bons resultados nessa superfície.

Os principais torneios disputados na grama

Grama Torneios A temporada de grama é realmente curta no calendário da ATP e da WTA. Basicamente, ela existe como preparatório para o Grand Slam de Wimbledon, o mais tradicional e antigo entre todos os existentes. São três semanas em que os principais torneios são de nível ATP 500 (Londres e Halle).

Como apostar em tênis na grama

Grama Apostar Em função da irregularidade do piso e do quique curto da bola, os sacadores ganham vantagem. A quebra acaba dificultada para tenistas que não são muito bons na devolução. O cuidado aqui, porém, é para evitar sacadores enfrentando bons devolvedores. A mobilidade deles é reduzida e isso é um sério problema com o quique baixo.

Além disso, a temporada de grama é muito curta. Isso significa que apostar em tênis nesse período é um pouco perigoso. Os jogadores vêm de semanas de saibro e a adaptação nem sempre é fácil. Cuidado redobrado nessa superfície.

E quando a quadra é coberta?

Quadra Coberta Praticamente todos os jogos de tênis atualmente acontecem nesses três tipos de pisos: quadra dura, saibro e grama. Entretanto, existe um detalhe que pode ocorrer e influenciar totalmente o jogo: a cobertura da quadra.

Se a quadra tiver cobertura, ela dará uma vantagem ainda maior ao sacador. Ele não precisará lidar com sol, vento ou outros detalhes na hora de servir. Além disso, a bola também ficará mais veloz, dificultando a recepção do serviço.

Esses torneios são raros, contudo devemos estar atentos às condições locais. Muitos deles são realizados em quadra aberta, mas possuem teto retrátil para uso em dias de chuva. Por isso, fique sempre atento, ok?

Sacou as principais diferentes entre os pisos das quadras de tênis?

Como vimos ao longo do artigo, os pisos das quadras de tênis possuem características bem definidas e que influenciam diretamente o desempenho dos jogadores. Por isso, é muito importante compreender as diferenças para apostar em tênis.

Além disso, caso esteja iniciando agora nas apostas esportivas, é muito importante entender os conceitos que envolvem essa atividade. Não se preocupe: é algo bem simples e que você poderá aprender com os nossos cursos gratuitos. Não perca tempo e comece hoje mesmo! 😉

Aprender Mais Sobre Apostas Esportivas

Escrito por

Autor
Stéfano Bozza Produtor de conteúdo

Stefano é apostador e trabalha com conteúdo para internet desde 2016. Chegou a iniciar uma faculdade de Jornalismo, mas se formou em Administração de Empresas. Esse curto período, porém, já foi suficiente para incentivá-lo a escrever cada vez mais e melhor. O que se tornou uma verdadeira paixão. Agora, conseguiu no Clube da Aposta unir sua paixão por escrever com a sua paixão por futebol e tênis.

> Veja outros artigos criados por Stéfano Bozza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter
Newsletter

Receba o melhor conteúdo sobre Apostas Esportivas On-line direto na sua caixa de email