Clube da Aposta Clube da Aposta menu  

Gestão de banca nas apostas • Qual é a melhor técnica para gerir seu bankroll?

Autor
Por Humberto Alves

Faça parte da maior comunidade de apostas on-line do Brasil

Se a falta de um planejamento e uma gestão financeira adequada é a maior causa dos endividamentos no Brasil, podemos dizer que a falta de uma boa gestão de banca nas apostas é o principal fator de tantos apostadores quebrarem.

Nesse artigo, venha com a gente visitar as técnicas mais populares para administrar o seu bankroll, vai descobrir quais métodos funcionam e quais são apenas fábulas contadas para todos nós. Você verá que nunca mais irá apostar da mesma forma.

Antes de seguirmos com o nosso papo, recomendo que você faça o download da nossa planilha de gestão de banca, permitindo o melhor controle do seu capital e também das suas apostas. Abaixo, deixo o vídeo com o tutorial completo para utilizá-la:

Controle suas apostas com a nossa planilha de gestão de banca

O controle das apostas é fundamental para qualquer nível de apostador. Pensando nisso, preparamos uma planilha completa para que você possa acompanhar a sua banca, as suas apostas e os seus resultados. Clique no botão abaixo para baixar gratuitamente:

A importância da gestão de banca para apostadores

Inicialmente, essa era uma aula planejada para ser incluída somente em nosso curso avançado de trading e punting nas apostas. No entanto, em todos os webinários que fazemos alguém nos pergunta:

Olá, pessoal do Clube! Já quebrei a minha banca inúmeras vezes e estou a caminho de quebrá-la mais uma vez. Estou me endividando com isso e não sei o que fazer. O que estou fazendo de errado?

Ainda que fosse ótimo para nós poder privilegiar os alunos do nosso curso, precisamos entender que alguns tipos de conteúdo merecem ser democratizados. Ou seja, eles devem ser acessados pelo maior número possível de pessoas, pois eles têm o poder de fazer as pequenas mudanças em cada um que o lê e, com o passar do tempo, se revelam mudanças maiores do poderíamos prever.

Um apostador que começa a entender os conceitos de gestão de banca dificilmente irá se endividar e sofrer da angústia de ver que o dinheiro lhe falta para gastos essenciais do dia-dia. Fico imaginando quantos bons apostadores já não desistiram de seguir em frente por arriscar valores exorbitantes do seu saldo tentando reaver perdas anteriores.

Então, se você se identificou com o que acabou de ler, eu espero que ao fim desse artigo possamos ter causado alguma mudança em você. Mas se você já é um apostador mais vivido, também poderá aprender uma coisa ou outra, além de compartilhar a sua experiência com a gente nos comentários lá em baixo. ;)

Vamos lá!

O que é valor esperado nas apostas esportivas?

Valor Esperado Gestao Banca Apostas

Lembre-se que você pode desenvolver a melhor técnica de gestão de banca que o mundo já conheceu, mas se as apostas que você fizer tiverem valor esperado negativo, de nada irá adiantar. O verdadeiro fator de sucesso nas apostas é o valor esperado.

Se você fizer apostas +EV, a gestão de bankroll irá otimizar os nossos lucros, ajudará a sobreviver nas oscilações que inevitavelmente irão acontecer, assim como reduzir o montante das perdas que amargarmos.

Em outras palavras, ainda que você tenha uma excelente gestão de banca, mas esteja sempre apostando em eventos de valor esperado negativo, isso irá apenas fazê-lo “sangrar”: você irá sobreviver por muito mais tempo do que o apostador que não faz controle algum sobre os valores que aposta, mas no fim das contas o resultado será o mesmo tanto para um como para outro: o prejuízo.

Logo, além de ter uma gestão eficiente sobre a sua banca, lembre-se de apurar sempre o seu resultado em períodos regulares, se você aposta em grandes quantidades, reserve um dia da sua semana – aquele domingão à noite -, para acompanhar o crescimento ou a redução da sua banca nesse período, fazer análises sobre isso e desenvolver planos de ação já para a próxima semana. Ter indicadores chave certamente irá lhe ajudar a saber se você está indo para a direção certa.

Aprenda a precificar jogos de futebol

Um dos grandes desafios de um apostador é aprender a analisar probabilidades — algo que exige conhecimento técnico para precificar os jogos de futebol. Pensando nisso, criamos uma trilha com seis aulas gratuitas para você aprender a calcular as probabilidades e apostar com base em valor (e não em palpite). Saca só:

As 6 técnicas de gestão de banca

Sendo assim, depois de estudar bastante e passar por artigos muito interessante sobre Staking Methods, vamos analisar as mais famosas técnicas de gestão de banca considerando que todas as apostas foram realizadas em cara ou coroa.

Como já sabemos que o valor esperado é importantíssimo, selecionamos um +EV de 7,5% que representa um evento com 50% de chances de ocorrer com odds de 2,15. Então, vamos às simulações!

Evolua suas apostas com nosso treinamento gratuito

Você já entende o mercado das apostas, mas ainda sente que falta algo para melhorar seus resultados? Não se preocupe: o Clube da Aposta preparou um curso gratuito que aborda conceitos e a rotina de um apostador para que você possa evoluir sem custo. Clique no botão abaixo para se inscrever:

Martingale

Gestao Banca Apostas Tecnica Martingale

A nossa primeira parada é em Martingale, uma folclórica técnicas de gestão de banca que enche os olhos daqueles que a ela são apresentados. A idéia é realmente sedutora: você seleciona um valor inicial para a sua primeira aposta, e caso a sua aposta não seja vencedora, você dobra o valor apostado sucessivamente até acertar. Quando acertar, você retorna para o valor original da sua primeira aposta.

Em nosso cara ou coroa imaginário, pense que você tem uma banca de R$100 e irá utilizar Martingale começando pelo valor de R$2, apostando em cara com odds de 2.00:

ApostaResultadoValor apostadoBanca
1CoroaR$2R$98
2CoroaR$4R$94
3CoroaR$8R$86
4CoroaR$16R$70
5CaraR$32R$102
6CoroaR$2R$100

Veja acima que nos 4 primeiros lançamentos de moeda, todos deram o resultado que não queríamos: coroa, nos forçando a dobrar o valor da próxima aposta. No 5º lançamento a moeda finalmente nos presenteou com “cara” e a nossa banca retornou para o valor inicial acrescida do valor que ganharíamos caso tivéssemos acertado a primeira aposta: R$2.

Essa é uma técnica muito problemática por diversos aspectos. Perceba que depois do 4º lançamento foi apostado o total de R$62, pode parecer pouco para alguns, mas lembre-se que representa também 62% da nossa banca, e caso no 5º lançamento não tivesse aparecido a “cara” salvadora, nós já não teríamos a banca necessária para fazer a próxima aposta de R$64.

Além disso, devemos lembrar que os sites de apostas dificilmente irão aceitar valores muito altos em uma única aposta. Apesar do nosso exemplo ter sido com um valor muito pequeno, de R$2, ao fazer com valores maiores, que após algum tempo exigiria apostas na casa dos 4 dígitos, certamente começaríamos a esbarrra no problema de sermos limitados. Além disso, apostar utilizando martingale é um sinal claro de um jogador não recreativo, detectar esses padrões é simples para os sites que poderiam também inserir outras formas de limitação. Sendo assim, não recomendamos martingale de forma alguma.

Esse é um cenário bastante comum ao aplicar Martingale:

Gestao Banca Apostas Martingale

Perceba que na primeira grande queda, aconteceram seis resultados adversos seguidos, que custou a banca o total de R$126,00, na aposta seguinte não foi possível voltar ao patamar original pois simplesmente não se tinha uma banca suficiente para apostar o próximo valor que era de R$128,00, sendo assim foi feito um all-in com o valor que restava, que por sorte conseguiu colocar a banca em crescimento de novo. Porém, na aposta 112 iniciou-se uma sequência de 7 apostas mal sucedidas que veio a quebrar a nossa banca de maneira definitiva.

All in

Gestao Banca Apostas Tecnica All In

All in, em bom português: apostar tudo e rezar, em nosso exemplo: apostar tudo sempre! Logo, o valor da sua banca será exatamente o valor em que irá apostar. Por vezes, nos fóruns e comunidades de apostas vemos alguns desafios para trazer a fortuna milagrosa. Uma delas é o método de R$1 a R$1.000.000, que possui algumas variantes, mas no geral é mais ou menos assim:

Selecione um evento cuja as chances da sua aposta ser vitoriosa sejam grandes, como por exemplos odds de 1.30. E faça sucessivos all-ins, ao fim da aposta de número 53 você terá exatamente R$1.093.950,50

Certamente isso está mais para um desafio do que para uma técnica de gestão de banca. Além disso, a probabilidade de acertar 53 apostas seguidas com essas odds é de 0,0000914%. Em outras palavras, já virou loteria há muito tempo e esse não é o objetivo de uma gestão de banca eficiente.

Esse é um dos melhores cenários possíveis para o All in:

Gestao Banca Apostas All In

Veja que as primeiras apostas são bem sucedidas elevando o valor da banca a valores estratosféricos. Porém, perder uma aposta é algo inevitável e em nosso “cara ou coroa simulado” a banca veio ao chão na rodada de número 7 levando embora o valor de R$4.594,01. A dica que nós damos é: não nos deixe pegá-lo dando All ins por aí, certamente puxaremos a sua orelha. 

Critério de Kelly

Gestao Banca Apostas Tecnica Criterio Kelly

O critério de Kelly é um algorítimo simples desenvolvido pelo físico norte-americano John Larry Kelly, esse algorítimo é amplamente utilizado no mercado de ações, além de ser material de análise de diversos trabalhos acadêmicos na área de finanças e economia. Como bom texano, John Kelly tinha grande interesse pelos jogos de azar e dedicou parte de sua habilidade com os números para estudar a teoria dos jogos, desenvolvendo uma equação que maximiza os retornos sobre os investimento tendo em vista duas informações apenas: probabilidade do evento ocorrer e as odds desse evento. A equação vai ficar assim:

Critério de Kelly = (bpq)/b

b = Odds – 1
p = Probabilidade do evento ocorrer
q = Probabilidade do evento não ocorrer (1 – p)

Se matemática não é sua praia, principalmente quando tem mais letras do que números na brincadeira, veja que é muito simples e para ilustrar digamos que queremos usar o critério de Kelly para uma aposta que tem 70% de acontecer e que esteja oferecendo odds de 1,75:

Critério de Kelly = ((1,75 – 1) * 0,700,30) / (1,75 – 1) = 0,30

Portanto, o resultado da equação é de 0,30, o que significa que para essa aposta específica deveríamos apostar 30% da nossa banca.

É interessante perceber, como você verá ou mesmo já viu esse nosso vídeo que em nossas simulações em que 500 apostas são realizadas, o critério de Kelly na maior parte dessas simulações nos traz um retorno acima que as demais técnicas de gestão de banca, esse é um cenário bastante comum:

Gestao Banca Apostas Criterio De Kelly

Mas isso não significa que o critério de Kelly seja a técnica de gestão de banca que aparentemente seja a mais lucrativa, e ela esbarra em diversos complicações, e imagino que algumas delas você já tenha se questionado enquanto lia a nossa explicação:

  • Como prever com exatidão a probabilidade de um evento ocorrer?
  • Apostar valores como 30% da banca em apenas uma aposta não seria exorbitante?

Para utilizar o critério de Kelly é necessário ter um modelo preditivo de grande eficácia para que você não utilize valores desproporcionais de sua banca, e invariavelmente será necessário ter um modelo estatístico robusto por trás. Em nosso curso avançado de trading e punting, por diversas vezes levantam discussões sobre qual modelo utilizar, alguns gostam de utilizar previsão de odds pela distribuição de Poisson, outros preferem modelos de regressão e outros tantos (eu, por exemplo) gosto de abordagens multivariadas. Portanto, atribuir valores aleatórios para a probabilidade de um evento ocorrer é um erro que poderá lhe custar sua banca.

O outro problema é que dependendo dos valores estipulados como probabilidade o critério de Kelly pode sugerir apostar valores absurdos de sua banca, 30% foi apenas um exemplo, mas você poderá utilizar a nossa planilha para fazer outras simulações em que se sugere 40%, 50%, 60% e assim por diante da sua banca como valor de aposta. Portanto, se definir as probabilidade de um evento ocorrer já é um grande desafio, imagine confiar nessas informações para arriscar uma fatia tão grande do nosso suado dinheiro.

Sequência de Fibonacci

Gestao Banca Apostas Tecnica Criterio Kelly1


Assim como Martingale, a sequência de Fibonacci também é um método de gestão de banca progressivo. A sequência de Fibonacci é uma sucessão já conhecida na matemática, sendo utilizada para descrever a reprodução dos coelhos no século XIII. A quantidade de artigos acadêmicos voltado às apostas na Europa é realmente impressionante, e em 2007 Playing it Safe? A Fibonacci Strategy for Soccer Betting foi publicada no Jornal of  Sports Econimics trazendo aplicações de Fibonacci nas apostas esportivas. A idéia era simples:

Aposte no empate, e a cada vez que tiver um revés, vá para o próximo número da sequência de Fibonacci.

De acordo com os autores, as casas de apostas tem algumas dificuldades em calcular as odds corretas para o empate, sendo assim poderia se aproveitar essa lacuna para ter lucros através da aplicação de uma banca progressiva.

A sequência de Fibonacci é muito simples, observe:

F = 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34…

O próximo termo da sequência é sempre a soma dos dois últimos. Portanto, o 3ºtermo da sequência é a soma do 1º termo e do 2º termo; o 4º termo é a soma do 2º e 3º termos e assim vai…

Ao apostar no empate, cujas as odds estão em torno de uma média de 4,10, e seguindo a sequência a de Fibonacci no caso de uma aposta mal sucedida, você reaveria prejuízos e garantiria o seu lucro.

Por fim, devemos lembrar que como todo evento probabilístico, a não ocorrência seguida de empates é possível. Na temporada de 2008/2009 o Manchester United, de Alex Ferguson, ficou 20 rodadas seguidas sem empatar, isso significa que na 20ª aposta você deveria arriscar o valor de R$6.765, tendo já arriscado um total R$17.710 contando com essa última aposta que seria feita.

Fibonacci possui os mesmos problemas que Martingale: se a nossa banca fosse infinita (e se fosse porque apostaríamos?) e as casas de apostas não limitassem os valores apostados, teríamos aí um método infalível, mas sabemos que a realidade não é bem assim. Além disso, devemos lembrar que para podermos fazer a próxima aposta precisamos saber do resultado de uma aposta feita já previamente, como diversos jogos acontecem no mesmo horário, o tempo entre uma aposta e outra pode tornar as apostas mais demoradas. Na projeção abaixo, utilizamos odds de 4 em um evento cuja a probabilidade de acontecer é de 27%, resultando em um valor esperado positivo de 8%. Ainda com o EV positivo, a queda vertiginosa é um cenário comum para métodos progressivo de gestão de banca, o que o torna muito inadequado:

Gestao Banca Apostas Fibonacci

Valor fixo

Gestao Banca Apostas Tecnica Valor Fixo

O método do valor fixo é apostar exatamente o mesmo valor sempre, independente de crescimentos ou reduções de sua banca de apostas. Apesar de ser claramente um modelo um tanto rígido e ingessado em relação as mudanças que irão ocorrendo ao longo das consecutivas apostas que vão se realizando, ele é um modelo que ainda assim tem suas vantagens:

  • Impede apostas por impulso que comprometam a banca;
  • As flutuações em sua banca de apostas são mínimas;
  • Fazendo apostas +EV o crescimento é lento, mas constante;
  • O excesso gerado pode ser sacado a qualquer momento;

Veja graficamente como o valor fixo vai progredindo “devagar e sempre”:

Gestao Banca Apostas Valor Fixo

Porém, em nossa simulação utilizamos valores fixos de R$2 considerando uma banca inicial de R$100. Com a queda da banca para valores inferiores a esse, o valor fixo passa a ter um percentual maior sobre o novo valor da banca, se R$2 em uma banca de R$100 equivale a a %2, em uma banca que sofreu consecutivas reduções e foi para R$25, esses mesmos R$2 já passam a equivaler a 8% da banca.

Portanto, um modelo que vá respeitando o crescimento ou as reduções da banca parece ser mais adequado. Vamos para a o percentual da banca:

Percentual da banca

Gestao Banca Apostas Tecnica Percentual Banca

O percentual da banca é escolher um valor em porcento em relação a banca que iremos utilizar em cada uma das apostas. Geralmente, utiliza-se de 2% a 3% do valor da banca, são valores tidos como muito seguros, porém dependendo da sua propensão a riscos, pode ser utilizar valores como 4% ou 5%.

É interessante perceber, que ainda que pareça ser pouco aumentar apenas 1% nos valores apostados, isso representa flutuações tremendas em sua banca, acompanhe a mesma sequência de resultados de uma série de apostas que fizemos com diferentes percentuais da nossa banca:

Utilizando 1% do valor da sua banca de apostas

Gestao Banca Apostas Percentual Banca 1 Porcento

Utilizando 3% do valor da sua banca de apostas

Gestao Banca Apostas Percentual Banca 3 Porcento

Utilizando 5% do valor da sua banca de apostas

Gestao Banca Apostas Percentual Banca 5 Porcento

Perceba, que quanto maior o percentual maior será a “montanha russa” nos resultados: as variações sejam elas negativas ou positivas tornam-se mais acentuadas. Portanto, valores maiores de percentual de banca exigem também mais estômago para saber lidar com a variância, veja que não são todos que estão preparados para ver a banca ir de R$600 para valores próximos dos R$350. E veja que as simulações que fizemos foi com uma banca de apenas R$100, imagine colocar mais alguns zeros e ver como que a tal montanha russa tornaria-se verdadeiramente vertiginosa.

Atualmente, as melhores práticas em termos de gestão de banca voltada para punting estão entre 2% a 4% do valor total da banca.

Vamos revistar as principais técnicas para gestão de banca?

Qual é a melhor técnica de Gestão de Banca?

A nossa recomendação é que você utilize um percentual da sua banca nas apostas que vier a realizar. Um bom apostador, ao fazer a análise dos jogos que pretende investir, precisa definir o valor esperado de cada uma das opções, e para isso os modelos estatísticos são uma excelente ferramenta.

Dessa forma, aposte primeiro nos eventos com o maior valor esperado e vá utilizando o percentual da banca com os valores atualizados da sua banca após cada aposta assim como eu ensino no vídeo, tudo bem? Aproveito também para deixar a planilha disponível para download, assim você poderá fazer diversas simulações nas probabilidades, odds e percentuais que bem preferir.

Download Planilha Gestao Banca Apostas

Para fazer o Download da planilha é só clicar aqui: Download da planilha de gestão de banca nas apostas.

Controle suas apostas com a nossa planilha de gestão de banca

O controle das apostas é fundamental para qualquer nível de apostador. Pensando nisso, preparamos uma planilha completa para que você possa acompanhar a sua banca, as suas apostas e os seus resultados. Clique no botão abaixo para baixar gratuitamente:

Quer aprende técnicas avançadas no trading e nas apostas esportivas?

Se você gostou das técnicas de gestão de banca nas apostas que apresentamos aqui, nós temos certeza que vai adorar o nosso curso avançado de punting.

Por lá, você vai aprender como calcular o valor esperado de cada aposta que fizer, dominar o Excel para dar ainda mais visibilidade aos seus resultados e diversas técnicas avançadas de apostas.

Você gostaria de ser um apostador profissional?

Para quem leva a sério, as apostas esportivas podem se tornar uma excelente fonte de renda. Se você tem esse objetivo, nós temos uma oportunidade especial no Curso Punting Avançado. Nele, você pode aprender tudo sobre as apostas profissionais com o Jonas Caetano, um dos melhores apostadores brasileiros. Clique no botão abaixo para conhecer o treinamento:

Aprenda Mais Gestao Banca Apostas

Escrito por

Autor
Humberto Alves

Opa! Sou o Beto, tenho 32 anos, sou graduado em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais e um dos fundadores do Clube da Aposta. Atualmente, estou em minha 2ª graduação - em Estatística, também pela UFMG -, além de seguir os meus estudos em Ciência de Dados e Machine Learning para produzir modelos preditivos aplicados ao futebol cada vez melhores. Conheci as apostas esportivas em 2008 e, apesar de estar há mais de 10 anos nesse mundo, considero que ainda tenho muito o que aprender.

> Veja outros artigos criados por Humberto Alves

82 respostas para “Gestão de banca nas apostas • Qual é a melhor técnica para gerir seu bankroll?”

  1. LJDUARTE disse:

    Excelente artigo, olhando os comentários vi que é de janeiro de 2016, se alguém que na época que comentou continua nas apostas/trader dá um alô e nos conte como tem sido, com certeza será um comentário +EV.

    Um fator interessante sobre o “Critério de Kelly” existe o boato de que ele nunca usou do próprio método para ganhar dinheiro. (fonte Wikipedia)

    Vllw por upar o artigo.

    :))

  2. Emanuel Santos disse:

    Fiz a pergunta porque não ficou claro que o +EV só ocorre quando a probabilidade calculada por você (no caso os 50%) é maior que a probabilidade do evento calculado pela casa de aposta. Mas tem um site que explica isso. vlw

    • Beto disse:

      Ei, Emanuel!

      Visitando agora essa página vi que o seu comentário nos passou batido. Isso é porque os seus comentários já são aprovados automaticamente.

      Recentemente, nós refizemos o artigo sobre Valor Esperado nas Apostas que você pode ver neste link: https://clubedaposta.com/blog/clube-da-aposta/expected-value-nas-apostas/ , acredito que irá te ajudar bastante a entender de uma vez por todas – se é que já não aprendeu nesse meio tempo – o conceito de +EV.

      Um forte abraço

  3. Emanuel Santos disse:

    A odd 2.15 corresponde a uma probabilidade de 47.18% [Valores fornecidos pela casa]

    A probabilidade de 50% que você utiliza na planilha é definida por seus critérios?

    • Beto disse:

      Emanuel,

      Na verdade, odds de 2,15 correspondem a 46,51%, provavelmente esses valores fornecidos pelas casas de apostas já incluem o juice que elas cobram. Por isso provavelmente lhes ofereceram esses valores. A probabilidade de 50% é meramente um exemplo para poder ilustrar toda a explicação que vem ao longo do vídeo. ;)

      Para chegar as probabilidades de um evento, é necessário utilizar modelos estatísticos para isso. Nas próximas semanas, começarei a trazer isso para vocês. Enquanto isso, veja um vídeo introdutório que preparei: https://www.facebook.com/clubedaposta/videos/1566756073340922/

      Grande abraço

  4. Junior Munaretto disse:

    Beto, parabéns pelo artigo. Ficou muito boa a comparação dos métodos.
    Já é sabido que qualquer apostador sério não faz entradas acima de 5% da banca, mas com essas explicações, vc acaba entendendo o porquê.
    Nos faz entender também a variância, e o cuidado que temos que ter com ela.

    Sucesso e obrigado por dedicar um pouco do seu tempo e compartilhar seus conhecimentos com quem está começando.

    • Roberto disse:

      Fala Junior!!! Tudo certo? Desculpe a demora :( Betão está de férias e a gente está se desdobrando aqui pra dar conta de tudo rsrs

      Se desde o começo o apostador já faz uma boa gestão de banca, as chances de sucesso aumentam significativamente. Que bom que o artigo ajudou a reforçar isso :D Obrigado pela participação caraa

      Abraço!!

  5. Douglas Expedito Ferreira disse:

    Olá Beto, tudo bem? Entendo de análise de regressão e Poisson, mas não sei o que é uma “abordagem multivariada”?

    O que é isto? Como consigo esta informação?

    Aguardo respostas e desde já agradeço muito.

    • Olá, Douglas!

      Bom dia, como vai você, tudo tranquilo?

      Quando me refiro a “abordagens multivariadas” não me refiro a uma ou outra técnica especificamente, mas sim em utilizar diversas variáveis independentes (x¹, x², x³…) para prever uma variável dependente y. Portanto, se você entende de regressão linear, provavelmente entende também de regressões múltiplas que são interessantíssimas de se trabalhar. No curso avançado de trading e punting, ainda não abordei regressões múltiplas, porque precisa-se de uma banco de informações amplo e relevante para saber de fato quais dados são importantes, mas isso será feito muito em breve.

      De toda forma, não deixe de ir enveredando os seus estudos por essa área. ;)

      Um forte abraço

    • Douglas Expedito Ferreira disse:

      Muito obrigado. Não sei como fazer estas regressões múltiplas. Você a considera melhor que a regressão linear e a distribuição de Poisson??

      Quando disponibilizar este conteúdo no curso, por favor publique um artigo no site informando que o curso já possui tal conteúdo ou se tiverem “newsletter”, posso deixar meu e-mail.

      Abraços!

  6. Leandro Rangel disse:

    Olá! Qual é o valor do curso avançado?

    • Olá, Leandro!

      Tudo tranquilo contigo? Perdão pela demora, mas ultimamente o que não falta por aqui é trabalho hahaha. Ainda assim, sempre dou um jeito de escapuliri e responder as dúvidas da galera.

      O valor atual do curso é de R$497,00, e pode parcelado, pago no boleto, cartão de crédito, enfim…o que não faltam são opções para facilitar a aquisição do curso. Se o seu interesse é se aprofundar no estudo das apostas esportivas, não deixe de dar uma olhada pois não tenho dúvidas que vai valer muito a pena. ;)

      Deixo aqui o link: Curso avançado de apostas online. Depois é só clicar em “Quero Aprender” e, pronto, será redirecionado a página em que vai lhe mostrar os métodos de pagamento.

      Um forte abraço para você

  7. Lucas Leonese disse:

    Lendo isso aqui, resolvi fazer uma simulação com odds de 3.5, 3 unidades e taxa de 40%. A série de critérios Kelly chegou a números absurdamente grandes. Então, mudei pra 3 unidades e odds de 3.0, ainda mantendo os 40% e terminando a série em mais ou menos 800 mil. Esses números são realistas ou podem ser considerados absurdos gerados pelo sistema?

    • Lucas,

      Esses números são extremamente realistas, afinal eles são valores, por assim dizer, absolutos:

      Você inseriu as odds para o evento, assim como a probabilidade dele acontecer, o resto é feito pelos cálculos matemáticos que nos dirá o EV dessa aposta que está realizando.

      Veja que você selecionou odds de 3,5, o que lhe dá um EV positivo de 5%. Veja que a grande questão aqui é se você vai conseguir selecionar eventos EV positivo nessa faixa através dos seus modelos. Se sim, a gestão de banca irá apenas otimizar esses resultados, preservando o seu bankroll. =)

      Caso também se interesse pela aplicação de modelos estatísticos para definição de probabilidades nas apostas esportivas, não deixe de dar um pulo em nosso Treinamento avançado em Trading e Punting.

      Um forte abraço

    • Lucas Leonese disse:

      Entendi. Só outra dúvida. nesse curso avançado vocês ensinam outras técnicas de gestão de banca? E existe um sistema de gestão que possa dar um intervalo de confiança para a banca?

    • Ei, Lucas!

      Bom dia, como vai você?

      Como dito, essa artigo sobre Gestão de Banca inicialmente era cotado para ser uma aula, mas decidimos abri-lo pela importância e relevância que ele tem para os demais apostadores. Portanto, no curso você não verá outra aula de gestão de banca, apenas comentários esporádicos em uma aula ou outra que apenas confirmam essa idéia de gestão de banca, pelo menos em termos de punting.

      No Trading o Roberto trabalha a sua banca de uma maneira um pouco diferente, sendo que ele explica isso com bastante calma nos diversos “longas metragens” que ele ainda insiste em chamar de aulas hahahaha.

      Em relação a intervalos de confiança, tudo vai depender do seu conhecimento estatístico. Se você está iniciando agora, as nossas aulas irão te ajudar bastante, poderá construir modelos de regressão e gráficos de resíduos que além de ser utilizado para definir o valor justo de uma odd, pode ser utilizado também para acompanhar o seu bankroll.

      Apenas uma idéia: se você perceber, por exemplo, que a sua banca segue um crescimento linear, você pode fazer uma análise de resíduos para ver se o mesmo possui distribuição normal. Se tiver, você pode utilizar aquela antiga técnica da gestão da qualidade total de utilizar limites inferiores e superiores de controle, sendo o limite superior igual a 3 sigmas para cima (desvios padrões) e 3 sigmas para baixo. Isso irá compreender aproximadamente 99,73% da variação, se estourar esses limites, você precisará tomar alguma medida.

      Espero não ter falado grego hahahaha.

      Um forte abraço, Lucas! ;)

    • Lucas Leonese disse:

      Boa tarde Beto, agradeço a explicação. Na verdade esse último comentário não é exatamente novidade para mim em relação à estatística, tenho 2 matérias de análise multivariada na faculdade e andei pensando um pouco sobre como aplicar um modelo às apostas. A idéia de usar um modelo para a gestão do bankroll é bem interessante, já que o que eu tinha pensado era um modelo para prever os resultados dos próprios jogos, mas são tantas variáveis envolvidas que isso pode acabar virando um pesadelo. Porém, da mesma forma, encontrar as variáveis que influenciam a alta e baixa do bankroll não deve ser tão fácil, se você pensar em todos os jogos em que o apostador se envolve.

    • Lucas,

      Que bacana! É bom ver mais um entusiasta da estatística aplicada às apostas esportivas.

      Desculpa o merchan, Lucas, mas você já chegou a dar uma olhada em nosso curso avançado de Trading e Punting? Por lá nós temos algumas aulas muito interessantes na utilização da Distribuição de Poisson e modelos de regressão para o cálculo das odds. Ainda queremos me aprofundar mais nessa área, e trazer modelos multivariados, mas como você mesmo sabe, a fontes das informações é um ponto de grande importância. Ainda assim, penso que você poderá se beneficiar e muito.

      Deixo o link aqui caso se interesse: “Acessar o curso avançado de Trading e Punting.

      O que precisar é só chamar.

      Um forte abraço

    • Lucas Leonese disse:

      Cheguei a ver sim, é uma coisa que eu penso mais pra frente

    • Excelente, Lucas!

      Tudo ao seu tempo. Vá estudando e pesquisando bastante, se ainda não começou o método dos bônus que ensinamos em nosso eBook Grátis Apostas no Futebol, eu sugiro fortemente que inicie.

      Surgindo dúvidas ou mesmo sugestões, não deixe de entrar em contato com a gente.

      Forte abraço

  8. Lucas Leonese disse:

    Lendo isso aqui

  9. Juliana disse:

    Bom dia! Tenho lido o máximo de artigos q consigo no site, e são todos perfeitos, ontem dei fim na minha banca de R$ 50,00 na sportingbet, fui guiada pela indignação do resultados do campeonato brasileiro e da nba, até pensei que seria “idiota” apostar tudo, mas apostei mesmo assim. Vou esperar alguns dias e recomeçar da maneira correta e tb aplicar o sistema do bônus! Estou ansiosa pra entrar na betfair, mas estou adquirindo experiência e conhecimento antes!
    Obrigada pela ajuda!

    • Beto disse:

      Olá, Juliana.

      Muito obrigado por dedicar alguns minutos do seu tempo para nos agradecer pelo aprendizado que teve por aqui. É muita gentileza da sua parte. =)

      De toda forma, gostei muito da sua postura: você perdeu os R$50 e logo em seguida já buscou respostas para o que lhe aconteceu, e te digo que você encurtou e muito o seu caminho. Muitas pessoas continuam batendo cabeça, depositando novamente e repetindo os mesmos erros. Na verdade, o seu começo lembra muito o meu: eu também perdi o meu saldo inicial, percebi que as apostas esportivas não era esse mar de rosas todo e fui me inteirando sobre o assunto, o tempo passou e aqui estamos agora. ^^

      Conte com a gente no que precisar e boa sorte em seu começo. ;)

      Um forte abraço

  10. EDUARDO disse:

    BOM DIA BETO . TUDO JOIA ? .TENHO UMA DUVIDA NA TECNICA DO VALOR FIXO . COMO E POSSIVEL EU TER UM LUCRO DE r$ 160,00 APOS 500 APOSTAS ? . QUAL ODDS VC SE BASEIA PARA TER ESSE LUCRO .FAÇO ESSA PERGUNTO PK FIZ UM HISTORICO DAS MINHAS ULTIMAS APOSTAS NOS ULTIMOS DOIS MESES E NEM DE LONGE CHEGOU PERTO . E SABE PK NAO CHEGOU PERTO ? . PK APOS A CREDITO NA CONTA TIVE UMA SERIE DE 6 APOSTAS ERRADAS A r$ 2,00 E DESPOIS PARA RECUPERA-LAS TINHA QUE TER UM ACERTO DE QUASE 10 APOSTAS SEGUIDAS A UMA ODDS DE 1.70/1.75 , COISA QUE TB E MUITO DIFICIL . MAS EM QUAL ODDS VC SE BASEIA PARA TER ESSES LUCROS ?

    ABRAÇO ,

    • Beto disse:

      Olá, Eduardo.

      Tudo bem com você?

      Veja que é uma fórmula que gera resultados aleatórios, meu amigo. Portanto, ao utilizar um padrão completamente aleatório, com odds de 2.15 e uma probabilidade do evento ocorrer de 50%, o que gera um Valor Esperado de 7,5% cheguei a esses resultados. Portanto, veja que com odds de 2.15, se você perde uma aposta e ganha a próxima você ainda está no lucro.

      Lembre-se que o que se analisa aqui é justamente o longo prazo, da mesma forma que séries perdedoras lhe apareceram, séries de vitórias consecutivas também virão. O que importa ao fim disso tudo é o resultado que mantemos no longo prazo, sobrevivendo especialmente às oscilações negativas.

      Leia o texto com calma e vejo o vídeo, e entenderá com perfeição toda a lógica por trás da gestão de banca nas apostas esportivas.

      Um forte abraço, Eduardo! ;)

    • eduardo disse:

      Ola Beto ,como vai -?

      Obrigado por responder o meu email .Fiquei surpreso pela sua atençao. Mas Beto, desculpe insistir mas tem algo que nao esta batendo certo.
      O tal EV , lucro esperado , nao consigo ver a logica. Numa primeira leitura entendo que todos os jogos com odds a 2,15 deveriam ser apostados. Pk penso assim ? . Pk vc diz que os ganhos sao aleatorios,ou seja,ganho uma sequencia aqui perco uma sequencia acola e que no final de 500 apostas teria o meu capital valorizado em 350%,400% ou ate 600%.certo ?correto?
      Mas nao tem logica isso ,pk se nao ficaria o dia inteiro no computador buscando odds a 2,15 e apos 500 apostas teria o tal lucro . Se fizesse 50 apostas ao dia com odds a 2,15 apos 10 dias teria o tal lucro de 350%,400% ou ate 600%.Estou pensando errado ? . Essa e uma duvida que tenho .
      Outra questao que tenho e a seguinte . Quando voce faz a gestao de banca com o valor percentual vc estuda os jogos , escalaçao de equipes, historicos , mando de campo , urgencia no resultado,sequencia de derrotas ou simplesmente entende que odds a 2,15 funcionam nesse tipo de gestao independente das contingencias acima citadas ?
      Digo isso pk nao ha estudo que resista ou tatica que prevaleça quando vc esta ganhando uma aposta no decorrer do jogo e perde-a no finalzinho por uma expulsao , por um erro do arbitro , por um penalti mal marcado , por uma lesao do craque da equipe .
      Beto , para resumir tudo isso coloco numa pergunta so . Apostar em odds a 2,15 sao suficientes para o exito no percentual de banca a 2%,3% ou 5% ?
      Obrigado mais uma vez pela atençao, aguardando anciosamente pela sua resposta.

      Abraço,

    • Beto disse:

      Olá, Eduardo.

      Como está você? Espero que muito bem!

      É um prazer lhe ajudar com as suas dúvidas, mas sinto em lhe dizer que você ainda não entendeu o conceito de valor esperado no qual eu lhe repassei. Você viu o vídeo e leu os artigos que te pedi? Vejo que você está muito ansioso, mas é preciso de paciência para garantir que tenha entendido esse conceito para que ele sirva de base para os demais que virão.

      A questão não são odds de 2.15, não é nela que está o segredo. As odds de 2.15 só são interessantes porque estamos considerando um evento com probabilidade de 50% de acontecer. Odds de 1.50 também seria muito interessantes em eventos de 75% de chances de ocorrer. Para se saber o Valor Esperado é necessário saber a probabilidade do evento ocorrer e o retorno que se tem, que nos é dado através das odds. Sendo assim, com essa nova explicação penso que você volte a reler até entender o conceito. ;)

      Um forte abraço, Eduardo.

  11. Henry disse:

    Bom dia Beto

    Primeiramente parabens pelo conteudo do site ..acompanho sempre os posts! Obrigado pela dedicação de todos em querer ajudar a galera que está começando.

    Fiquei com uma duvida já no começo do video:

    No começo do video explicando sobre EV, voce diz que a odds oferecida de 2,15 corresponde a uma probabilidade de 46,51%..OK! Na tabela voce utiliza uma odd padrao de 2.0 que corresponde a 50%

    Mas logo em seguida voce diz que a diferença entre a odd oferecida e a probabilidade teria EV de 7,5%.

    Ae que tá a dúvida a Ev não era pra ser de 3,49% (que seria 50% menos 46,51%)

    Se pudesse me esclarecer agradeceria mto, acredito que eu esteja fazendo o calculo errado!

    Desde já agradeço

    Henry

    • Beto disse:

      Olá, Henry!

      Fico muito contente em saber que esse artigo foi útil para você. Afinal, pequeno ele não, então que ao menos ele seja proveitoso. =)

      A sua dúvida é muito interessante, e vou te explicar agora:

      De fato, a subtração de 50% para 46,51% é de 3,49%, porém quando falamos em diferença percentual aqui, queremos saber em quantos % os 46,51 precisaria crescer para alcançar os 50. Veja que se você tirar 3,49% de 46,51 temos 1,6233. E ao somarmos isso aos 46,51 não dá os 50.

      Porém, ao tirar 7,5% de 46,51 temos 3,48825. Somando, temos exatamente os 50.

      De outra forma, ao dividirmos 50% por 46,51% teremos 1,07503, que é um valor decimal de 107,503%, em outras palavras 7,5% maior. O que é exatamente o nosso EV.

      Ajudei ou atrapalhei? kkkk

      Grande abraço, Henry!

  12. david disse:

    bom dia beto não consigo baixar a planilha, acredito que ela ira mim ajudar no controle de minha banca, parabens pelo artigo.

    • Beto disse:

      Olá, David!

      Claro, a planilha irá permitir que você possa simular diferentes cenários para apostas que você costuma fazer. Qual é o problema que lhe aparece? Viu que é necessário fazer um “pagamento social” em suas redes sociais para ter acesso a ela. Qual problema você está enfrentando?

      Grande abraço, David!

  13. Paulo Eduardo disse:

    Beto, com uma banca de 60$ devo apostar entre 2% a 4%, usando o percentual da banca. Se eu escolho apostar 3%, devo seguir essa escolha sempre, ou você acha que posso ir oscilando com o 2% ou o 4%?

    • Beto disse:

      Olá, Paulo!

      Tudo bem com você? Obrigado por deixar a sua dúvida sobre gestão de banca por aqui. =)

      Poucas são as coisas nessa vida que precisam ser definitivas, e penso que a gestão de banca é uma delas rsrsrs. Você pode muito bem criar o seu próprio modelo de gestão de banca que oscile entre 2% e 4% de acordo com a confiança que você sentir em determinadas apostas, porém veja que isso inclui ainda mais a questão da subjetividade e a intenção é tornar a gestão de banca o mais objetiva e voltada para decisões racionais. Penso que manter um valor fixo é interessante pois como você viu bem ao final, sempre que vamos iniciar uma sequência de apostas a primeira aposta terá o maior valor, afinal ela pegará o maior valor da banca, as demais irão pegando valores percentuais de uma banca menor das apostas que já foram realizadas.

      Por fim, você pode incluir uma excelente prática na sua rotina que é de apurar os resultados em períodos frequentes. A cada mês, por exemplo, você levanta todas as informações de maneira planilhada, com gráficos para poder lhe dar uma noção visual melhor do desenvolvimento da sua banca e, com isso, poderá realizar simulações em diferentes valores percentuais como você mesmo quer. Se achar com as informações levantadas você achar que deve aumentar o valor da sua banca siga em frente, porém jamais deixe de fazer isso baseado em dados, tudo bem? ;)

      Espero tê-lo ajudado de alguma forma, Paulo.

      Um forte abraço

  14. Otacilio Pereira disse:

    Eae Beto, tudo bem?
    Uma coisa que não entendi muito bem foi o Valor esperado, ou seja é o valor em porcentagem que eu espero ganhar? ou outra coisa?
    E desanimei um pouco, no fato das 500 apostas, praticamente não ganhar nada.
    Também fiz umas simulações, porém quando baixo as odds a por exemplo 1,38 que é mais a minha média e uma banca inicial de R$50 apostando 5% e o EV a 8%, as coisas ficam bem estranhas, e o método de percentual de banca que é o que costumo usar, mostra que de qualquer maneira eu vou perder tudo. Na verdade todos os métodos mostram que eu perderia tudo, exceto o critério de Kelly, porém esse mostra valores de aposta astronômicos.
    O que estou fazendo de errado?

    • Beto disse:

      Otacílio,

      Acabei de abrir a planilha por aqui e simulei odds de 1,38 com probabilidades de 78%, que daria um valor esperado positivo de 7,64%, e raríssimas foram as simulações que ficaram abaixo do valor da banca, ainda mais com odds e probabilidades como essa, que diminuem e muito a variação negativa. Vejo que as suas dúvidas estão exatamente no Valor Esperado, por isso dê uma lida em nosso artigo Valor Esperado nas apostas, acredito que ele poderá ajudar a clarear e então você poderá voltar a estudar novamente o conteúdo desse artigo. ;)

      Um forte abraço

  15. Jaelson Santos disse:

    Olá Beto, saudações! Ótimo vídeo, sendo sincero, não conhecia todos os métodos de gestão de banca, faço trader amador a 1 ano, depois desse tempo utilizando outras técnicas com algumas baixas na banca :) e mesmo não quebrando percebo que o método do percentual é realmente o melhor. Mas uso de uma forma diferente, busco um percentual de lucro definido da banca e não percentual da banca propriamente dito, que algumas vezes comprometo de 5% até uns 30% da banca. Pode parecer esquisito mas, desenvolvi em novembro uma planilha simples correspondente aos dias do ano de 2016 onde busco 2% de lucro da banca por dia que poderá e deverá ser dividido pelos jogos realizados a cada dia. Utilizo a tática sempre na segunda etapa de cada jogo no lay/back, no momento onde as odds sobem quando o jogo estão empatados(minuto 60 em diante) e de preferencia jogos equilibrados, ou jogos que estejam com vitória de no mínimo 2 gol de diferença(neste caso, faço lay ao empate nos minutos acima de 70). A desvantagem que encontro é a responsabilidade necessária onde as vezes coloco em “jogo” aqueles 30% da banca. Mas é de convir que, quando o favorito está ” por cima” como dizem os portugueses do seu rival, durante esse momento específico invisto contra o visitante que estará geralmente com odd maior, entretanto acuado e sem a bola, risco quase “zero”. Confesso, que tenho dificuldades, (a cada dia menos) em identificar o momento de saída, procuro lembrar ou melhor não esquecer que é mais seguro garantir uns 25%, 30% por jogo dos 2% da banca do que arriscar e tomar um red.:( .
    Hoje, tenho claro o que pretendo ao chegar o fim do ano, e o melhor, descobrir depois de utilizar minha planilha que posso destacar o valor ganho que corresponde ao determinado dia. Exemplo: Hoje dia 14/01 deveria está com 100 euros respeitando os 2% da banca por dia, só que na realidade possuo 112,62 euros que corresponde ao valor que deveria ter no dia 20/01, destaco esse dia na planilha, assim me tranquilizo em saber que estou a frente da meta e nesse momento em diante posso trabalhar com mais cautela e utilizar/comprometer um percentual menor da banca.

    Obrigado por divulgar conteúdos tão valiosos e desculpas pela extensão do comentário. Pretendo com certeza em breve fazer parte do seu curso para adquirir experiencia assim que minhas condições financeiras forem favoráveis :) .

    • Beto disse:

      Olá, Jaelson!

      Poxa que colocações interessantes você nos trouxe aqui. Veja que o exemplo dado ao longo de todo o meu vídeo foi muito simples, afinal utilizei apenas lançamentos de moeda ao ar para poder ilustrar o conteúdo que queria passar. A realidade é sempre mais complexa e os modelos que aqui trazemos é uma forma de justamente simplificar essa realidade de maneira que cada um possa absorver e dar a sua própria aplicação e, porque não, incluir também o seu estilo. Gestão de banca para punting é diferente de gestão de banca para trading, o Roberto mesmo utiliza uma forma diferente de gerir o seu bankroll. Inclusive, vou chamá-lo aqui para dar a sua contribuição sobre suas colocações, pois é sempre interessante poder enriquecer algumas boas discussões. =)

      Por mais, eu que agradeço pelo seu comentário e espero ter de alguma forma criado novos caminhos por aí. E quanto a sua idéia de fazer o curso avançado de trading e punting, pode fazer sem medo, hoje não tenho medo algum de oferecê-lo a quem tem interesse pois é satisfação na certa. ;)

      Um forte abraço, Jaelson!

    • RobertoTavares disse:

      Heeey Jaelson! Tudo certo cara?

      Betão disse que eu viria, aqui estou :D

      Certamente a gestão no trading é muito diferente da gestão para apostas punter. Estou preparando um material voltado para o trading e acho que ele vai contribuir bastante contigo ;). Sobre métodos, eu prefiro utilizar Stake Fixa. Pra te dar um exemplo, utilizei por mais de um ano uma stake fixa de 100$. O que eu ganho com isso? Bom… se eu tenho uma Stake fixa e me acostumo com ela, antes de entrar no mercado eu já sei onde devo sair, já sei quanto de lucro eu terei, ou quanto prejuízo terei caso algo corra mal. Fazendo isso, consigo rapidamente fazer o cálculo de risco x recompensa e assim definir se vale ou não a pena entrar. Mas isso não quer dizer: cara, você tem que mudar pra stake fixa. Não… cada um define a melhor forma de gerir e utilizar percentual pode ser muito vantajoso em vários aspectos. Tu comentou sobre entrar no mercado com um percentual maior da banca… cara, eu faço isso quase todos os dias. Se eu percebo que a minha recompensa é muito maior que o meu risco, comprometo 2, 3 ou 4 stakes prevendo sair o mais rápido possível. Sem problemas! Desde que saiba o que está fazendo e não ponha em risco a sua banca. Definindo quais são as exceções à regra, mete bronca! O texto do artigo que eu vou publicar já está quaaase pronto… mas eu quero publicar com um material também, então ainda vai demorar uns dias. Enquanto isso, podemos ir trocando umas ideias aqui :D
      Muito obrigado pela sua participação cara! Nos falamos em breve.

      Abraço!!!

  16. Bruna disse:

    Boa noite Beto.

    Esse vídeo está excelente. Não encontrei nada parecido pela internet e que esclarecesse tão bem sobre gestão de banca. Parabéns e obrigada por todos esses ensinamentos!
    Abços

    • Beto disse:

      Olá, Bruna!

      Que pena que só fui ler o seu comentário agora! Muitíssimo obrigado é um prazer imenso saber que pude colaborar em alguma coisa pelo seu aprendizado. Se já baixou o nosso eBook fique de olho em nossos emails sempre que surgir alguma novidade por aqui, tudo bem?

      Um forte abraço e uma excelente semana para você!

  17. Alex disse:

    Artigo show de bola demais! O mais objetivo sobre gestão de banca que se encontra aberto na internet. Concordo que esse artigo merecia ser aberto a todos, pois é um conhecimento que se pode levar para todo tipo de investimento.

    Parabens!

    • Beto disse:

      Ei, Alex!

      Muito obrigado! Não sei se é o mais completo na internet, pois existem diversas outras pessoas fazendo trabalho também muito bons e que gosto muito de acompanhar. Mas foi um artigo feito com muito interesse e sem pressa, então senti que me aproximei bastante do que é a qualidade que tanto prezamos por aqui. =)

      E você tem razão: o aprendizado está nos detalhes, naquela pequena idéia que se planta e depois germina, espero realmente que ele possa ajudar muitos apostadores a não quebrarem mais suas bancas e ter uma saúde financeira melhor nas apostas.

      Grande abraço e muito obrigado pelos elogios, Alex!

  18. Wellington disse:

    Beto e equipe, parabéns mais uma vez!

    Quero dizer que os textos e dicas “democratizados” por vocês são excelentes. Em breve deverei fazer o curso, assim que eu conseguir mais “controle emocional” como dizem os amigos lusitanos.
    Tenho grande tranquilidade em administrar bem a evolução da banca, no entanto, sabe o tal do “All in” e outras tentações que surgem quando pensamos estar com a bola toda?
    A bola então cai na grade do vizinho e fura. Creio que serei um candidato aos tais “puxões de orelha” conforme você mencionou.
    Parabéns, mais uma vez pelo excelente trabalho!

    • Beto disse:

      Olá, Wellington!

      Que bom que gostou e fique tranquilo: no momento que se decidir por fazer o curso, estaremos de braços abertos esperando. Sem pressa, sem passos maior que a perna, vá ao seu tempo.

      Em relação a estar com a bola toda, essa sensação de achar que de tudo sabe é realmente muito perigosa. E imagino que o método do percentual de banca que viu aqui, se aplicado com o rigor necessário, poderá te ajudar e muito a ter melhores resultados. Como você viu, a cada simulação que fazemos, o All in tem vida curta, pode até parecer que é uma salvação quando acertamos uma aposta, mas a longo prazo a tendência é levar a nossa banca a zero.

      Enfim, somente pela forma clara que você estrutura seus pensamentos sei que estou conversando com alguém inteligente e bastante capaz de refletir sobre isso, espero que esse artigo tenha sido o marco que você precisava para mudar suas estratégias de gestão de banca, Wellington.

      Um forte abraço ;)

  19. pabloveloso disse:

    Excelente artigo, Beto!!!

    Vou procurar estudar mais sobre cálculos de probabilidades na Betfair, pois acho que isso será uma boa forma de completar o rollover do meu dinheiro preso na Betmotion e Bet365.

    • Beto disse:

      Olá, Pablo! =)

      Muito obrigado, meu querido!

      Veja que para fazer o rollover de sites de apostas penso que fazer o cálculo das probabilidades utilizando modelos estatísticos não teria tanta serventia, afinal as próprias odds já são formas de se chegar às probabilidades de maneira aproximada como você mesmo viu na apresentação. Mas talvez não tenha entendido muito bem o seu real intuito, fique à vontade para me explicar melhor. ;)

      Grande abraço

    • pabloveloso disse:

      Fala Beto!

      Na verdade, estou com grande parte do meu capital preso na Betmotion e outra parte na Bet365. Tentei fazer aquele método da mesma forma que retiramos os bônus das casas de apostas, mas errei muitas vezes e isso vai comprometendo o meu capital na Betfair. Dessa forma, quero usar o método de gestão de bancas para completar o rollover nas casas e poder sacar a grana, sem comprometer tanto o montante (na verdade com o menor risco possível).

    • Muito bom hein!
      Parabéns pela explicação, e muito obrigado.
      Ah…belo gosto musical também, Pink Floyd é realmente espetacular rs.

      Abraço.

    • Beto disse:

      Olá, Altieris!

      Prazer imenso, meu amigo. Não precisa agradecer e espero ter trazido um bom aprendizado hoje. =)

      Obrigado pelos elogios pelo gosto musical kkkkkk, Pink Floyd é realmente sensacional! Essa blusa que estou usando é do álbum Animals, o meu favorito. O solo de Dogs do Gilmour para mim é uma das grandes maravilhas que o homem é capaz de criar, é muito bonito! Em Dezembro eu aproveitei o Hotel de graça que o Robertão me ofereceu em Porto Alegre e aproveitamos para ir ao show do Gilmour. Meu Deus, chorei que nem uma criança hahahah. Mas isso é papo para outro hora, mais um pouco e esqueço que estamos em um Fórum de apostas e que o assunto aqui era sobre Gestão de Banca hahahaha!

      Muito obrigado, Altieris!

      Grande abraço

    • Legal Beto rs.

      O solo de Dogs é uma grande viagem mesmo. Infelizmente não assisti o Gilmour, mas tive a honra de ver o Roger Waters.

      Mas vamos em frente que a Bola segue rolando meu amigo, parabéns mais uma vez pelo excelente trabalho do Clube. Abração, e agradeço o retorno.

  20. PJ Pires disse:

    MEU DEUS!

    Parei de ler pra deixar um comentário aqui. Só pra constar, quantas horas foram gastas
    pra criar este texto?

    abraço,
    PJ Pires

    • Beto disse:

      Olá, Pedro!

      hahahaha, na verdade já li diversos artigos científicos sobre “Staking Methods” no ano passado, e tinha anotações guardadas comigo mas que até então não tinham se concretizado em um artigo para o site. Porém, nos webinários que fazemos sempre alguém nos pergunta sobre métodos de gestão de banca, e isso me serviu de estímulo para publicar sobre esse assunto, pois seria de grande importância para os nossos usuários.

      Esse artigo demorou cerca de 2 semanas para ser feito, tempinho bom, mas que valeu a pena. =)

      Grande abraço

  21. Michelle disse:

    Muito, muito, muito bom mesmo :)

    • Beto disse:

      Ei, Michelle!

      Muito obrigado! É sempre legal termos presença feminina por aqui também, aos poucos as apostas vão ganhando novos contornos. =)

      Que bom que gostou do artigo, espero que o conteúdo te ajude nessa caminhada.

      Grande abraço

  22. Carlos Noronha disse:

    Parabéns mais uma vez Betão, Roberto e Murilo, vocês são simplesmente demais e a humildade com que vocês tratam todos os assuntos é o que me deixa cada vez mais tranquilo em seguir em frente!!! Estou começando agora e estudando bastante todos os materiais de vocês e mesmo não tendo condições de fazer o curso agora eu me sinto cada vez mais preparado para entrar no mercado!!! Um abração pra vocês!

    • Beto disse:

      Ei, Carlos! =)

      Por aqui é todo mundo “gente como a gente”, gente simples que toma café e come pão de queijo, no caso do Roberto, é chimarrão mesmo e que gosta de reservar um tempinho para ir respondendo e tirando as dúvidas de quem está começando afinal. Nós mesmos não podemos esquecer que se estamos aqui é porque por vez ou outra teve alguém para nos ajudar, então estamos retribuindo os favores que nos foram feitos ao longo do aprendizado. =)

      Sem pressa para fazer o curso, Carlos. Tenho certeza que se você se decidir em dar um passo a frente, e a sua situação financeira estiver propícia, estaremos na sua seleta lista de boas opções para dar um maior aprofundamento no aprendizado. Nesse momento, estaremos de braços abertos para recebê-lo por lá também. rsrsrs \o/

      Muito obrigado por ter dedicado um tempinho para acompanhar o nosso conteúdo e deixar seus elogios por aqui, Carlos.

      Grande abraço

  23. paulo disse:

    Excelente vídeo Beto. Mostrou que você sabe muito do assunto e além disso, sabe passar com clareza para o público. Parabéns. Já fiz alguns cursos e opero na Betfair, mas sempre busco ler e assistir vídeos para acrescentar conhecimento (HBNC). Quero muito em breve fazer o curso de vocês também que é o que me falta no “currículo”. Abs

    (HBNC = horas de bunda na cadeira)

    • Beto disse:

      Ei, Paulo!

      Muitas leituras que fiz foram me ajudando a construir uma maneira didática de explicar a gestão de banca nas apostas aqui para vocês. O conhecimento que tenho em Excel também ajudou bastante, afinal eu sei que muitas pessoas o enxergam como um bicho de 7 cabeças, mas é um software fantástico que nos permite análises muito interessantes. Então, vejo que acertei na abordagem, muito obrigado!

      Rsrsrsrs, o Roberto adora essas tais Horas de Bunda na Cadeira, e ele tem razão: isso é para tudo na vida, esse artigo saiu com muitas horas também. =)

      Quanto ao curso, será muito bem-vindo entre nós e tenho certeza que poderemos compartilhar bons aprendizados.

      Grande abraço, Paulo!

  24. Excelente o artigo amigo. Eu sempre falo para os meus seguidores apostarem uma porcentagem da banca. Eu gosto de trabalhar com 10%, mas eu já encontrei um método onde tenho uma rentabilidade. Mas é importante começar devagar. .. bem devagar.. abraços!
    Você se importa se eu divulgar esta página no meu facebook?

    • Beto disse:

      Olá, meu caro Oráculo!

      Então é ótimo saber que tenho a sua chancela, meu amigo. Realmente o percentual de banca pelas demonstrações que fiz é, ao meu ver, a melhor maneira de se fazer a gestão da banca nas apostas. Em relação aos percentuais, aí vai realmente do perfil de cada um, 10% é bastante ousado, mas se você está tendo bons resultados e anda os acompanhando é o que importa. =)

      De forma alguma, na verdade seria um grande prazer ter o nosso conteúdo compartilhado em seu site, fique à vontade para recomendá-lo a quem quiser. ;)

      Obrigado por sua participação, Oráculo!

      Grande abraço

  25. Juliano Trindade disse:

    Bom Dia Beto !!!

    Excelente artigo sobre gestão de banca, me abriu alguns horizontes que não estava conseguindo entender na administração da banca, cliquei no link para baixar as planilhas mais esta direcionando para outro lugar. Tem com vc encaminhar pra mim via email a planilha de percentual de banca.

    Grande Abraço e fico no aguardo de um retorno.

    • Beto disse:

      Ei, Juliano!

      Que ótima notícia, meu amigo! A idéia era justamente essa: tentar mostrar através dos gráficos do Excel como diferentes abordagens resultam em diferentes resultados à longo prazo, e parece que deu certo e fico feliz com isso. =)

      Para baixar a planilha é simples, ela funciona através de “pagamento social’, você escolhe o Twitter ou o Facebook para compartilhar o nosso conteúdo e nos ajudar a divulgar o nosso trabalho, e o download é feito no mesmo instante, veja aqui um print:

      https://gyazo.com/31770a50085972dc2cafa95331846b28

      Se ainda tiver dificuldades, por favor me avise. ;)

      Grande abraço

    • Juliano Trindade disse:

      Beto !!!

      Olha eu aqui de novo… Não sei o q estou fazendo de errado mais não consegui baixar a planilha, já compartilhei la no face mais não disponibilizou a planilha acho que estou fazendo alguma coisa errada, caso de pra dar uma força ai fico grato..

      Abraço.

    • Beto disse:

      Ei, Juliano!

      Que pena, eu realmente não sei o que pode ter acontecido, pois testamos bastante por aqui. De qualquer forma, vou lhe enviar agora mesmo em seu email. Dá uma olhada por lá.

      Grande abraço

  26. Kaio Rocha disse:

    Bom Dia Beto!!!
    Parabéns pelo trabalho e comprometimento. O material é de extrema qualidade e responsabilidade. Obrigado por compartilhar conhecimento, o clube da aposta é melhor site de apostas esportivas de todo brasil sem sombra de dúvida.

    • Beto disse:

      Olá, Kaio!

      Muito obrigado pelo seu reconhecimento, hoje está sendo um dia ótimo para mim, nada melhor que começar sabendo que o nosso trabalho tem valor para os nossos usuários. =) Espero que o artigo e o vídeo tenha aprofundando um pouco os seus conhecimentos sobre gestão de banca nas apostas. =)

      Qualquer dúvida que você tiver, sabe que pode contar com a gente. ;)

      Um forte abraço

  27. JACKSON disse:

    GOSTARIA DE SABER SE TEM COMO DISPONIBILIZAR A OUTRA PLANILHA QUE CALCULA O EV+
    ABRAÇOS E EXCELENTE TRABALHO , ESTÃO DE PARABENS MESMO !!

    • Beto disse:

      Ei, Jackson!

      Como havia comentado contigo no Facebook, a planilha da Gestão de Banca você encontra ela disponível para download bem no finalzinho do artigo.

      Entretanto, se o seu interesse é na planilha de cálculo de valor esperado, esse é um conteúdo exclusivo do nosso curso avançado, onde ensinamos a contruí-la desde o zero assim como interpretar o modelo estatístico que está por trás. Se você tem o interesse por esse tipo de abordagem, não deixe de dar uma olhada nele, tudo bem? Deixarei o link aqui para você dar uma olhada: http://curso.clubedaposta.com/inscricao/

      Um forte abraço, Jackson! ;)

  28. Tiago Lima disse:

    Parabéns Beto. Sei que esse artigo deu trabalho pra fazer. Mas ajuda bastante a todos nós. Obrigado pelo comprometimento em expor conteúdo de qualidade.

    • Beto disse:

      Deu bastante trabalho viu, Tiago! Mas foi um trabalho muito prazeroso: gosto muito de trabalhar com Excel e senti desde o primeiro momento que esse seria um conteúdo que poderia fazer a diferença para muita gente.

      Fico feliz em saber que gostou. Acredito que esse artigo ainda será útil por muito tempo. =)

      Grande abraço e obrigado pelos elogios, Tiago!

  29. Daniel Valsi disse:

    Bom dia,

    parabéns, vcs realizam um trabalho fantástico .

    Já quebrei várias vezes, quem sabe um dia chego nesse patamar.

    Vcs são os melhores do Brasil !!!!

    • Beto disse:

      Ei, Daniel!

      Tudo tranquilo com você?

      Está até difícil conter a modéstia por aqui kkkkk, que bom que gostou do artigo e fico ainda mais satisfeito em ver que ele pode ser muito útil e causar uma verdadeira revolução na maneira como você aposta. Não deixe de fazer o download da planilha para ir simulando e entendendo melhor essa questão da gestão de banca na prática, tudo bem? ;)

      Um forte abraço, Daniel!

  30. mario sergio disse:

    Como sempre excelente material.

    Obrigado e parabens pelo trabalho de voces.

    • Beto disse:

      Ficamos muito lisonjeados com o seu comentário, Mário. \o/

      Falei bastante, mas realmente espero que cada minuto tenha valido a pena, afinal é um assunto muito importante, não é verdade?

      Boa quinta para você, Mário!

  31. jailson disse:

    Beto muito bom este artigo, entre um e outro como já estou fazendo trading, tentando pelo menos, KKKKK né, prefiro o sistema de valor fisico q é um percentual da minha banca, como estou começando agora e não tenho a devida experiencia neste negócio acho q é o mais inteligente a fazer, e obrigado pelo artigo pois confirmou as minhas conviccções.

    • Beto disse:

      Que legal, Jailson!

      Fico muito contente em receber seus elogios e saber que a leitura e o vídeo valeram a pena. =) O Roberto já está preparando um “Gestão de Banca Parte II o Retorno” rsrsrs, mais voltado para Trading. Portanto, continue de olho aqui em nosso site, tudo bem? ;)

      Um grande abraço para você!

  32. Jose disse:

    Bom día, aceitan neteller como método de pago para o curso avançado?

    • Beto disse:

      Olá, José!

      Bom dia, como está você? Espero que tenha que gostado do artigo sobre Gestão de Banca.

      Que legal saber que você está interessado em nosso curso. Veja que utilizamos uma plataforma intermediária para realizar o pagamento para o curso: a Hotmart. Infelizmente eles ainda não aceitam pagamentos via Neteller, mas aceitam várias outras formas. Dê uma olhada por lá que certamente algum deles irá te interessar, e caso ainda tenha dificuldades volte a falar com a gente. ;)

      Grande abraço e obrigado pela sua confiança em nosso trabalho! \o/

    • Joel disse:

      Olá, rapaziada hiper competente…, parabéns pelo excelente trabalho que Vcs. estão realizando, sou ainda calouro no curso avançado mais
      me sinto confortável em dizer que estou plenamente satisfeito e vale ressaltar ter “feito” um frustrante curso de um concorrente seu a uns 4 anos atrás, mais isso são aguas passada não vem ao caso, portanto bola pra frente que estão no caminho certo.

      Ah! existe um errinho de dedo na exemplificação da técnica de gestão Martingale o valor da 5º aposta é de R$32 e não R$62

      Perceba que no 5º lançamento foi apostado o total de R$62

    • Beto disse:

      Olá, Joel!

      Boa tarde, tudo tranquilo com você? =)

      É uma pena que você não teve um bom primeiro contato com um curso de apostas, em qualquer segmento que você analisar verá que existem pessoas dispostas a fazer um trabalho de qualidade, interessadas realmente em ajudar as pessoas com um serviço/produto com preço e qualidade justas, e outros que estão interessados tão somente em fazer o seu pé de meia. Por aqui, tanto eu, como o Roberto e o Murilo, somos muito simples e sabemos bem como é estar “do outro lado” de ser a pessoa que é lesada e nós não queremos fazer parte disso. Por isso, tenha certeza que iremos sempre manter esses bons valores que é um dos principais fatores de termos usuários tão legais como você, que nos incentiva a criar conteúdos cada vez melhores. =)

      Obrigado, Joel!

      Quanto ao errinho, foi no vídeo ou no artigo, me diga onde ele está que tentarei corrigir ainda hoje. ;)

      Grande abraço

    • Joel disse:

      Olá, Beto em que agradeço pela pronta resposta, o erro que mencionei esta no artigo do método Martingale, no valor à apostar na 5º aposta .

    • Beto disse:

      Ei, Joel.

      Na verdade é o valor acumulado até antes do 5º lançamento, se você somar 2+4+8+16+32 verá que dá R$62. Só que ficou um pouco confuso, então troquei para “após o 4º lançamento”.

      Melhor assim? ;)

      Grande abraço

Deixe um comentário

Newsletter
Newsletter

Receba o melhor conteúdo sobre Apostas Esportivas On-line direto na sua caixa de email